Notícias

Steve Harris e o álbum do Black Sabbath que fez ele querer ser músico

O Black Sabbath é, sem sombra de dúvida, um dos pilares do Heavy Metal, sendo apontado como uma das bandas mais influentes de todos os tempos.

O Black Sabbath é, sem sombra de dúvida, um dos pilares do Heavy Metal, sendo apontado como uma das bandas mais influentes de todos os tempos. Com isso, em fevereiro de 2020, quando o lendário álbum de estreia do Sabbath completou 50 anos de seu lançamento, a Consequence pediu para que vários músicos falassem sobre a banda, incluindo Steve Harris, baixista fundador do Iron Maiden, que deu o seguinte depoimento.

“Eu fui impactado com o Sabbath pela primeira vez quando estava na escola. Um amigo meu, (eu estava) na casa dele para jogar xadrez e ele costumava tocar todos esses álbuns ao fundo, Sabbath, Jethro Tull, King Crimson, coisas bem diferentes”, diz Steve no vídeo.

O baixista revela então que algo despertou a atenção dele: “Eu me lembro dessas músicas, dessas bandas diferentes, o Sabbath em particular foi tipo ‘Uau, isso é incrível’. De qualquer forma, acabei emprestando os discos do meu amigo e foi isso que me inspirou, não apenas o Sabbath, mas vários desses outros álbuns. E um desses álbuns foi o ‘Paranoid’, o primeiro álbum que me fez querer ser músico”, revelou Steve.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo